artur leandroO Conselho Nacional de Política Nacional do Ministério da Cultura lamenta a perda do Conselheiro Arthur Leandro, conhecido religiosamente como Táta Kinamboji, um dos conselheiros mais aguerridos do CNPC.

Militante e defensor das causas afro-brasileiras, representou o Setorial de Cultura Afro Brasileira no biênio 2012-2014, lutou pela elaboração do I Plano Nacional para Cultura Afro-Brasileira e pela efetivação de uma Política Nacional para Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana.

Nasceu em Belém do Pará em 1967 e foi professor do curso de Artes Visuais na Universidade Federal do Amapá e da Universidade Federal do Pará. Atuou na Rede de Cineclubes nos Terreiros da Zona Metropolitana de Belém. Foi diretor de projetos no Instituto Nangetu de Tradição Afro-religiosa e Desenvolvimento Social e desempenhou primorosos trabalhos no Projeto Azuelar.

Artista plástico, performer, poeta, compositor, sambista, ativista político, escultor, radialista, articulador, acadêmico, romancista, arquiteto e liderança dos povos tradicionais de matriz africana, Arthur Leandro lutou a vida toda pelos direitos humanos.

Ele deixa um legado para o Conselho Nacional de Política Cultural e para o Movimento Negro brasileiro de sua luta e sua vontade de viver e brilhar.

 

Conselho Nacional de Política Cultural
Ministério da Cultura

Você precisa se cadastrar para participar